8.8.08

Haikai

a.mor.te.a.mo
a.mor.te.a.mo



amor, te amo:
esquece-me a mim que
a morte amo.


3 Comments:

pinguim said...

Os jogos de palavras que o amor causa...
Abraços.

Paulo said...

:) também já fiz, em tempos, jogos destes... não gostei do resultado. em contrapartida, o teu é brutal! muito haikai (ou haiku), de facto!

Vagamundo said...

Amor é vida e nada os separa...
Amor conquista-se, guarda-se, dói e alegra!
Amor é para sempre mesmo depois da
Morte que são cinzas,
Rosas são vermelhas e carnudas e de aroma que penetra a alma como o Amor penetra a mente, o corpo, e se aninha sob a pele,faz brilhar os olhos e nos faz sorrir quando pela manhã nos vemos ao espelho ou quando pela calada da noite fechamos as pálpebras e sentimo bem quente quem nos ama mesmo que longe esteja!
Pudera enviar-te um ramo de rosas vermelhas, tantas por quantos momentos de felicidade tenhas vivido e outras tantas para tantos outros e outros que hão-de chegar...!